segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Obrigada por não desistir

casal amor
http://migre.me/asQm3


Então tá. Senta aí e me diz como tudo aconteceu. Me conta nos menores detalhes que diabos você fez pra que tudo isso acontecesse, e como tudo deu tão meticulosamente certo.

Sei lá. Eu podia te perguntar qual foi a estratégia, mas eu nunca gostei de encarar isso como um jogo. Esse sempre foi meu medo, você sempre soube. E afinal, que jogo é esse que você venceu e que me faz sentir ganhando muito mais do que você?

Eu nem lembro quando é que foi esse xeque-mate. É que ele já tinha acontecido muito antes do começo. Ou dos começos, já que a gente teve vários. Não sei em qual deles você me fez desistir de ir contra a maré e me retirar da luta.

Eu quase diria que você ganhou de W.O, se não fosse tão injusto retirar todo o seu mérito e não reconhecer todo o seu esforço. Eu fui tão ridiculamente teimosa, não é? Mas você ganhou.

Ganhou esse meu sorriso idiota quando tá chegando a hora de te ver. E isso inclui especialmente esse momento, em que eu devia estar saindo do trabalho, mas não consigo parar de escrever esse texto melado.

Sei lá, às vezes eu queria que você soubesse que isso que você conquistou é de verdade, e é enorme. Queria que você entendesse que quando eu brigo com você por coisas tolas, ou fico com ciúmes de coisas idiotas, eu ainda estou te amando com cada pedacinho meu.

Eu queria te pedir desculpas se às vezes eu não consigo demonstrar tudo isso. Se eu saio de casa com o pensamento mais elevado do mundo e acabo tropeçando em alguma coisa que coloca a gente pra baixo. Às vezes eu até acho que posso ter perdido o tino pra coisa, mas aí você me olha, e... Poxa! Se eu não conseguir ser feliz com você, que é o cara mais legal do mundo, com quem mais eu vou conseguir?

Você tem aquelas coisas que a gente pede pra Deus antes de dormir. Aquele papo de um cara legal, que te respeite, te dê valor, te faça sentir amada e blá blá blá. E incrivelmente, sabe o jeito certo de pegar na minha cintura, puxar minha perna pra cima da sua e me encaixar no seu ombro enquanto eu durmo.

E as coisas só fluem, sabe? Assim. Sem esforço. Sem que a gente precise pensar e se esforçar horas pra agradar um ao outro. Porque se a gente não se agradar, você me puxa, me dá um beijo e me aperta forte do jeito que sabe que eu gosto. Não tem erro.

E você odeia o meu jeito irônico. E eu não suporto o ser nervosinho que toma conta de você quando tá bravo. Mas eu simplesmente não posso resistir, sabe? Eu simplesmente CANSEI de resistir.

E que bom! Eu não sabia o que estava perdendo enquanto tentava inutilmente adiar os melhores dias dos últimos tempos. Agora eu sei, amor. E eu não vou te perder. Por nada!

Obrigada por não desistir.

Um comentário:

  1. Como não amá-la e querer fazer sempre o melhor para você, hein?! =')

    "When I find my peace of mind... I'm gonna keep you for the end of time"

    ResponderExcluir

Diz o que achou :)