quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Da cabeça aos pés

“I've never felt this healthy before
I've never wanted something rational”
(Head Over Feet – Alanis Morissette) 

Era a sua cantora favorita no palco, e enquanto ela cantava uma das nossas músicas, eu olhei pra você e te vi sorrir. Esse é o seu sorriso que eu mais gosto, sabia? O que você dá antes de me beijar. Esse meio de lado, meio feliz, meio travesso, meio alguma coisa que eu não sei explicar, mas que sempre me dá um frio na barriga.

Fazia frio lá fora, e dentro daquele lugar algumas centenas de pessoas nos apertavam quase contra a grade. Mas sempre tem aquele momento em que parece que só existimos eu e você. Tipo quando a gente senta espremido no meio da multidão e fica dando risadas de coisas idiotas. Eu comecei a gostar de ser meio boba e a culpa é sua.

Mas voltemos a “Head Over Feet”! Lá estávamos nós quando as primeiras notas tocaram. Eu sorri e você me apertou de leve. A Alanis começou a cantar e, veja bem, ela dizia tudo que eu queria te dizer. Ela falava sobre como você me trata como uma princesa, agradecia sua paciência e dizia que você era meu melhor amigo. Quase fiquei com ciúmes. Algo do tipo “Alanis, eu é que digo isso agora, para de tirar as frases da minha boca”. Mas ela canta mais bonito e... Que se dane! Eu realmente sou apaixonada por você da cabeça aos pés.

As luzes eram meio roxas e ela tocava gaita surrealmente bem. Você prestava atenção nela, e eu prestava atenção em você. Eu gosto do jeito com que você se mexe enquanto a música rola. Acho lindo, mas não interrompo com um beijo, por mais que tenha vontade. O show que acontece no palco é pra você, mas você é meu show à parte.

Ela não cantou minha música favorita, mas tudo bem. As luzes acendem e a gente sai de mãos dadas cantarolando Alanis por aí. Faz mais frio do que antes, minhas costas doem... Mas sei lá. É tudo tão lindo apesar de tudo.

E é lindo porque você me leva pra sua casa, arruma a cama quentinha pra gente e deita comigo, respirando fundo e forte. Putz! Eu ainda não conheço melhor sensação. Já reparou como seu corpo é quente? Como eu me encaixo no seu abraço e em como é impossível não te querer mais e mais, de todos os jeitos? “And is just me or is hot here?”.

Eu não sei quanto tempo a gente passou acordado e nem lembro do momento em que a gente adormeceu embaixo daqueles cobertores. Mas eu queria saber explicar o que foi acordar no dia seguinte. O que foi me sentir, sei lá... Parte de uma coisa maior, sabe? Porque você tem dessas. Você faz coisas que me fazem sentir sua, e você não faz ideia do quanto isso é precioso pra uma mulher. Você não faz ideia do quanto você é precioso pra mim.

Eu sei que a gente chegou atrasado no trabalho e coisa e tal, e que fazia frio e a gente teve sono pelo resto do dia. Mas essa é uma daquelas noites pelas quais a gente trocaria a eternidade. E você é o cara que me promete ela todo dia, com uma segurança que faz meu coração dar pulinhos a cada declaração dita em voz alta.

E agora você vê só como a Alanis faz isso infinitamente melhor? Eu só escrevi tudo isso pra te dizer que “your love is thick and it swallowed me whole”. Então, me desculpa se eu não canto tão bem, não toco gaita e nem sou tão sexy. Mas é tudo seu aqui. 

E o show não acaba quando as luzes acendem. Eu juro. 

Um comentário:

  1. "What are you my god? You touch me like you are my god" <3
    Como não ser a pessoa mais feliz do mundo estando ao seu lado, e com a certeza de que passaremos a nossa vida inteira assim? =')

    ResponderExcluir

Diz o que achou :)