segunda-feira, 4 de março de 2013

Nosso lar

http://migre.me/dwEno

Eu quero uma casa. Não, eu disse casa, e não apartamento! Se for a única opção, ainda vá lá, mas prefiro o gramado do jardim na frente da janela da sala, que é pra gente sentir o cheiro da grama quando abrir a cortina e ver quem toca a campainha.

Quero uma sala grande. Ainda não decidi se a decoração vai ser moderna ou aconchegante, mas sei que terá sofás espaçosos na frente da televisão, e porta-retratos na estante que divirá esse espaço da sala de jantar. Uma mesa grande e luminárias bonitas bem acima dela, com cadeiras confortáveis pra família inteira se reunir sempre que quiser.

Luminárias. Você gosta delas, não? A iluminação é por sua conta, você sabe.

A cozinha eu já sei. Vai ser moderna. Toda planejada e com detalhes coloridos. As cadeiras podem ser roxas, igual as que a gente viu naquela loja ontem, em volta da mesa branquinha. Tudo se encaixando, com harmonia e praticidade. Tem que ter conforto, pra eu não me importar de passar horas fazendo cookies e batatas recheadas pra gente.

O lavabo vai ser simples, pequeno e com cores claras. Alguns detalhes e enfeites ao nosso gosto, só para as visitas se sentirem em casa, entende? Gosto de aconchego.

E então, o quarto. Ah! Esse a gente já escolheu. Cama baixa, suporte de madeira, prateleiras e luminárias de luz quente. Armários com gavetas e um espelho dos grandes. Fotos, pôsteres e tudo ao nosso jeito. O quarto é o refúgio, a intimidade, o nosso casulo.

Na suíte, um gabinete bem grande que é pra eu lotar de maquiagens, cremes e perfumes. Um box espaçoso, e quiçá uma banheira, dois chuveiros e o que mais for possível. Cores sóbrias e tons mais escuros, pode ser?

O outro quarto a gente usa de escritório, enquanto as crianças não vem. Livreiros abarrotados de obras, por favor. Nossa biblioteca particular, com pufes e quadros bonitos, que é pra gente se esconder quando não aguentar mais o som dos telejornais na televisão.

Almofadas são essenciais. Essências e incensos também. As cores a gente decide depois, texturas e outros detalhes também. Deixa isso pra quando tudo for realidade.

E ainda que tudo isso – por enquanto - seja sonho, e ainda que, no começo, tudo seja extremamente diferente, uma coisa é certa: vai ser do nosso jeito. E se for do nosso jeito, vai ser maravilhoso.

O importante mesmo é ver você entrando pela porta da sala e se aconchegando comigo no sofá. É passar o domingo cozinhando só pra gente, e alguns sábados fazendo sala pras visitas. É dormir toda noite na mesma cama, e acordar todo dia com um beijo. É lavar a louça, arrumar a casa e deixá-la cheirosa, só pra ser ainda mais gostoso ficar lá. É passar dias ouvindo Oasis, tomar banho juntos, dormir no seu abraço. É fazer daquele lugar, nosso lar.

NOSSO. Meu e seu. Somando alegrias, dividindo preocupações, multiplicando amor e diminuindo tudo aquilo que não nos acrescenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diz o que achou :)