sexta-feira, 12 de abril de 2013

Opostos ou dispostos?




Não sei se os opostos realmente se atraem, ou se como a música diz “os opostos se distraem e os dispostos se atraem”, mas confesso que a segunda sentença me parece mais verdadeira.

Não acredito que duas pessoas precisem ser iguais para que deem certo, mas o que me parece óbvio, é que valores em comuns são de uma necessidade tremenda. Ninguém precisa combinar na música favorita, no tipo de comida ou no gênero de filme predileto. E nem precisa torcer para o mesmo time, gostar da mesma balada e outras coisas afins. Mas é essencial que duas pessoas que estão juntas deem valor para os mesmos princípios. 

Se ela se chateia com as palavras, é bom que ele tome cuidado ao usá-las. Se ele se importa com reciprocidade e reações amorosas, seria bom que ela não fosse fria e extremamente fechada em seus sentimentos. Se ela não gosta de ofensas, mesmo que no calor de uma discussão, é de bom tom se controlar. São detalhes pequenos, mas de extrema importância em uma vida a dois.

Talvez você precise se esforçar pra isso. Mudar alguma coisa aqui ou acolá. Mas se realmente quiser que isso dê certo, precisa ser capaz disso. Se não for, talvez não valha a pena tentar. Se os seus defeitos são insuportáveis para ela e vice-versa, o caminho tende a ser mais doloroso do que bom.

Responde o e-mail dela se você sabe que ela acha isso importante. Você a conhece, ela está esperando uma resposta. Não o julgue pelas suas crenças, não diminua suas palavras, não o ofenda. Pedir desculpas quase nunca é o suficiente. Você precisa se esforçar mais.

Talvez você não se importe com as mesmas coisas que o tal outro alguém, mas aprenda e entenda a importância que ele dá para aquilo. Você só precisa respeitar, entende? Quando você ama de verdade alguém, e o quer bem, instintivamente você aprende a lidar com esse tipo de coisa. Talvez seja bobagem para você, mas o que te custa? Fazer quem se ama feliz – e principalmente, não fazer quem se ama triste – é sempre importante.

Faça o seu melhor, porque se não o fizer, também não merecerá o melhor de ninguém.

Um comentário:

Diz o que achou :)