terça-feira, 12 de novembro de 2013

TAG - Resiliência


Esse post faz parte da nova tag do blog: TAG - ANSIEDADE GENERALIZADA. A ideia é tratar de assuntos que tenham a ver com o transtorno caracterizado pela ansiedade excessiva e permanente.

Ouvi sobre “resiliência” duas vezes. Uma quando estava estudando sobre a floresta amazônica, que era capaz de suportar grandes secas e adversidades sem sumir; a outra foi semana passada, quando fiz uma matéria sobre resiliência na vida profissional.

Minha primeira pergunta ao entrevistar um especialista foi sobre a definição da palavra. Segundo ele, resiliência é uma capacidade que nos torna capaz de enfrentar situações extraordinárias, boas ou ruins, tornando-as menos estressantes e capazes de nos ensinar algo.

Foi só durante a entrevista, quando ele começou a dar dicas para quem quer se tornar mais resiliente, que eu percebi o quanto isso faz falta na vida das pessoas - principalmente de quem sofre algum distúrbio psicológico (como a ansiedade generalizada).

1- Se conheça
Parece clichê, mas é essencial. Para saber lidar com algo que te deixa desconfortável, você precisa identifica-lo primeiro. É importante ir até a base de tudo: saber o que te deixa mal e tentar entender o motivo disso. Só assim você saberá lidar com as adversidades.

2 – Encontre sua válvula de escape
Quando encaramos situações difíceis e ficamos nervosos, precisamos encontrar algo que nos acalme nos faça retomar o equilíbrio. Alguns contam até dez, outros jogam uma água no rosto, respiram fundo, cantam ou ouvem música. Tanto faz. O importante é achar uma maneira de estar nos eixos novamente.

3 – Adeus, pessimismo!
Para sair de uma situação complicada, precisamos acreditar que há solução. O pessimismo é crônico: leva ao ceticismo, ao cinismo e à desesperança. Se você gastar suas energias crendo no pior, não terá forças para sair do buraco. É preciso acreditar!

4 – Não fique sozinho
Amigos são amigos para as horas boas e ruins. Ficar sozinho quando estamos nos sentindo mal só alimenta nossa sensação de impotência. É importante t er alguém para conversar e nos apoiar nessas situações.

5 – Tenha uma vida saudável
Pode parecer bobagem, mas ter uma boa alimentação, praticar esportes e cuidar da saúde fazem com que corpo e mente fiquem mais flexíveis. Flexibilidade é essencial para sair de situações adversas.

6 – Saia do mesmo
Nem sempre as soluções para os nossos problemas são fáceis ou comuns. É preciso ver novos modos de contornar algo ruim. Para isso, você precisa pensar fora da caixa. Jogos e esportes também estimulam sua criatividade.

Não há fórmula mágica para lidar com situações ruins. O que funciona para um, pode não funcionar para outro. Essas dicas são coringas e podem ser lembradas quando o nervosismo tomar conta.

Depois de descobrir um pouco mais sobre a resiliência, comecei a me atentar mais a esses detalhes. Eles podem ajudar muito em uma crise de ansiedade, por exemplo. 

Espero que as dicas sejam valiosas para todos! 

Confira aqui o primeiro post sobre "TAG - Ansiedade generalizada".

Quer saber mais? Os links abaixo podem ajudar:

O Globo - Os nove fatores que compõem a resiliência, segundo Paulo Sabbag

10 comentários:

  1. Adorei seu blog!! bjss http://www.nerdevaidosa.com/

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, Bárbara!
    Espero que continue escrevendo...
    Bjnho! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Ira!
      Vou continuar escrevendo, sim. Muito obrigada pela força desde o começo!
      Beijos!

      Excluir
  3. ola flor adorei seu cantinho bem aconchegante ansiedade generalizada fb

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Gilvonete! Volte sempre que quiser! :')

      Excluir
  4. lindo cantinho e adorei esta tag diferente bjus FB http://mulherfashioon.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, querida!
      Volte sempre! Haverá novos textos! :')

      Excluir
  5. Nossa, nunca tinha visto esta TAG. Muito bacana mesmo. Eu trabalho isso aqui na empresa. Tenho cargo de liderança e preciso exercitar a resiliência o tempo todo. Parabéns pelo blog e pelos textos. FB http://www.alemdemim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Tátila. A ansiedade pode parecer normal, mas fora de controle acaba complicando muito a vida de algumas pessoas.
      Exercitar a resiliência é sempre bom. Eu estou tentando.

      Volte quando quiser! :')

      Excluir

Diz o que achou :)