domingo, 8 de dezembro de 2013

Paixão não é amor

http://migre.me/gUkb4

"Quase entrei num beco sem saída
Mas depois da despedida
Volto ao ponto de partida
Pra encontrar o amor"
(Ana Carolina - Combustível)


Paixão não resolve nada.

Sabe aquele casal a-pai-xo-na-dís-si-mo que acabou não dando certo? É por causa disso.

Porque paixão não faz defeitos sumirem ou melhorarem, não faz paciência brotar e nem mudanças significativas aparecerem. A paixão é egoísta e acha que é autossuficiente também.

Quando a gente está apaixonado acha que não precisa de mais nada. Mudar pra que? Do que mais a gente precisa se já tem a paixão, não é?

Só de todo o resto.

E todo o resto, que a sociedade me perdoe o pieguismo, a gente só encontra no amor.

O amor é aquele que pega na sua mão e tem toda a paciência do mundo para te explicar que aquela sua atitude incomoda ou faz mal. A paixão, não. A paixão é cega e doente.

O amor te olha com ternura e diz que permanecerá ali para sempre, mesmo nos momentos mais difíceis. A paixão não quer saber de momentos difíceis porque está ocupada demais tentando ser o centro das atenções.

Não tô dizendo que paixão é ruim. Não é. Se apaixonar é gostoso pra caramba. São os momentos mais intensos que alguém pode ter. É uma descarga de adrenalina que nem pular de bungee jumping supera – eu nunca pulei, mas eu colocaria minha mão no fogo por isso.

Se apaixonar é perder a hora, esquecer as obrigações, suspirar por nada, achar graça e beleza em tudo.

Todo mundo devia se apaixonar uma vez na vida. Talvez duas. Mais que isso é um exercício físico e psicológico anormal.

É que eu acho que a gente veio para esse mundo para evoluir. E evoluir requer amor, porque requer paciência, companheirismo, ternura. Paixão só requer uma vontade enorme de devorar o outro a todo momento, para o resto da vida.

Eu acho, sim, que a paixão também é necessária. Se não tiver uma pontinha dela, a mornidão corre o risco de assumir o controle de um relacionamento. Mas quando eu digo uma pontinha, é só uma pontinha mesmo.

O que a gente precisa é de alguém que caminhe lado a lado com a gente, e não por cima ou por baixo. Alguém que nos olhe com olhos carinhosos, e não famintos. Alguém que nos ajude a ser melhor para a gente, e não para ele. E isso é amor, minha gente.

Por isso, sabe aquele casal super apaixonado que não deu certo, e que hoje é feliz com outras pessoas? Não foi falta de sorte, não. Foi falta de amor. Mas, cedo ou tarde, a gente o encontra.

8 comentários:

  1. Ameeeeei o texto,ficou incrível.
    Você escreve super bem.

    FB
    http://apensasrosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Aline! Volte sempre que quiser! :')

      Excluir
  2. Oi, Bárbara.
    Acabei de chegar no teu blog e deparei com o texto Perdão e Pieguismo. Logo pensei: "nossa, como esta guria escreve bem!". Aí, abaixei um pouco a página e cheguei neste texto, e... nossa, como você escreve bem! Sério, menina, como você consegue escrever de um jeito tão natural e lindo ao mesmo tempo? Porque, ao ler teus textos, a impressão que eu tive é de que estávamos numa rodinha de conversa e você simplesmente deu uma opinião, só que de uma forma poética que eu nunca tinha visto antes.
    Meus parabéns, de verdade! Isto é o que eu chamo de ter o dom, hein? Adorei e tô seguindo, não quero perder sequer uma atualização.

    Beijinhos,
    julietaemparis.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lillye, você não sabe o quanto seu comentário me deixou contente!
      Muito obrigada MESMO! Fico feliz que você tenha gostado
      Acho que as coisas saem naturais porque escrevo como se estivesse falando comigo mesmo, rs. É muito bom saber que as pessoas percebem isso.
      Siga, sim! E volte sempre que quiser!
      Já estou acompanhando o seu blog também :')

      Excluir
  3. Nossa que legal! Adorei! Embora a gente precise se apaixonar pelo menos uma vez na vida o amor é necessário para que um relacionamento possa ser duradouro.

    Bjkas

    FB| htp://vanvariedades.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Van! Acredito que sem amor, não paixão que resista. O importante é ser feliz com quem amamos!
      Muito obrigada pela visita e volte sempre que quiser! :)

      Excluir
  4. Gostei do seu blog, dos posts! parabéns! FB

    www.universopraticofeminino.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sabrina! Fique a vontade para voltar mais vezes! =')

      Excluir

Diz o que achou :)