quarta-feira, 5 de março de 2014

Liberdade

Imagem: Eu sou Antônio

Podemos fugir de quase tudo. De qualquer proximidade, qualquer olhar, qualquer sorriso. Dos passos, da voz, dos embaraços. Só não dá para fugir do que restou.

Dos pesadelos que quase sempre atormentam. Do pensamento inquieto e irritante que insiste em surgir. Das lembranças, mesmo que elas sejam ruins, ou do que não é possível prever, evitar, impedir.

Fugir não é remédio, porque quanto mais se corre  – e sempre tentamos correr o mais rápido que podemos – mais se aproxima. Porque lutar para não lembrar nunca é esquecer. Porque o  enorme esforço pode fazer parecer que a gente quer ficar. Mas quem foge, quase nunca quer permanecer.

E é o não querer que dá forças. Porque ele faz lembrar de todos os motivos que levaram embora a vontade de ficar. Faz a gente odiar o fato de ter permanecido por tanto tempo.

E quando te perguntarem do que se lembra mais, pode dizer que foi da dor. Que dor, que dor, que dor. É tanta que faz a gente morrer. E quando percebemos que ainda estamos vivos, começamos a entender que tudo que precisa renascer, precisa também ser destruído.

A questão é que não há renascer puro. Mesmo aquele que reencarna, traz consigo o carma da antiga encarnação. O que existe é a incessante luta pelo desapego, pela libertação.

É por isso que digo para que, em suas orações, faça apenas um prece: "ser livre". Livre do que foi, do que quis ser e do que deixou de querer. Livre de conjugar os verbos em qualquer pretérito.

Liberdade, afinal, nunca teve nada a ver com o que ficou para trás. 


(Esse texto é uma releitura de outro que, antigo, nunca foi publicado. Mais uma prova de que aquilo que não serve mais para você, sempre poderá servir para outro alguém. Amar é sempre igual, afinal.)

2 comentários:

  1. "Ser livre."

    Bárbara, cada vez que eu venho aqui eu me encanto, vc sempre sabe o que dizer e como dizer. Parabéns! Beijos!

    http://pluralissimo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é sempre uma querida, Jaque! Muito obrigada pelo carinho! :') Volte sempre!

      Excluir

Diz o que achou :)