terça-feira, 26 de agosto de 2014

“Há uma diferença entre conhecer o caminho
e trilhar o caminho.”

John Green
Por Mariana Bisonti
Que bom seria se apenas saber a sensação de uma injeção, tivesse o mesmo efeito de tomar a vacina. Eu não tenho grandes problemas com agulhas, até gosto de me torturar observando a penetração daquele cano de aço na minha pele. Mas, sabe quando algumas mudanças importantes e dolorosas acontecem na vida? E tem aquele momento como o  milésimo de segundo em que você viu o seu dedinho do pé batendo na quina da cama, mas ainda não processou toda a dor, apenas sabe que as coisas vão piorar muito antes de melhorar.
Quando um longo período de sofrimento começa e você sabe que será longo; assim como eu, deve desejar desesperadamente um Dr. Tom (Being Erica) na sua vida para voltar no tempo e (quem sabe) corrigir alguns erros; ou então um simples botão de flash forward que avance até quando tudo estiver bem, quando aquela frase de que essa dor um dia vai ser útil, finalmente fizer sentido. 
turn it off paramore
Na vida não tem como a gente colocar uma vinheta com “meses depois” e acordar com passarinhos em cartooncantando “You make my dreams come true“. Mas, se você sabe que vai ficar tudo bem, e o “quando” é o que mais te assola, já é um bom começo. Cada noite mal dormida, cada momento de regressão chorando em posição fetal, e cada saída de casa sem um pingo de vontade, constroem a tão esperada “volta por cima”. Como diria Gus *snif* “Esse é o problema da dor, ela precisa ser sentida”.
Esse período de cura pode ser tão poderoso, que a gente até fica imune a alguns males. Não como tomar uma injeção que evitaria tudo o que aconteceu, mas como anticorpos que nosso próprio organismo produziu.
PS.: A frase do título do post é uma fala do Morpheus em Matrix.

Observação: Esse texto faz parte da parceria do Clipe Sem Nexo com o blog  Cult me, please. Toda última semana do mês fazemos um "intercâmbio de textos". Não perca os próximos e veja aqui os antigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diz o que achou :)