terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Descanso

Reprodução: Tumblr

Vez ou outra bate um cansaço. Um desânimo. Aquele suspiro profundo que a gente quer que termine no colo de alguém.

Às vezes não tem pote de nutella, cama macia ou banheira de hidromassagem que substitua o abraço quente. O cafuné. O olhar cúmplice que diz, no silêncio, que "vai ficar tudo bem".

Às vezes você não quer falar. Dá preguiça. Não quer ouvir. Está cansada. Só quer sentir o cheiro. Tem gente que não sabe a diferença que ele faz. Encostar a cabeça ali entre o ombro e o pescoço e ficar em silêncio sentindo o cheiro - e não é perfume, não, é o cheiro da pele.

Tem vezes que a cerveja não basta. Que o papo leve, descontraído, não faz esquecer. Que a mesa do bar não faz a menor diferença se você não puder colocar as cadeiras lado a lado e recostar-se no outro. Se não puder apertar a mão e dizer, de novo em silêncio, "tô precisando de você".

Vez ou outra você precisa que velem seu sono e que você não precise velar o sono de alguém. Precisa tomar um banho, molhar os cabelos, se esparramar em uma cama com lençóis limpos e alguém que te abra os braços. Alguém que te diga que você pode dormir bem essa noite, sem medo, sem preocupações - um sono tranquilo faz tanta falta.

Você pode passar a vida tendo quem te leve pra sair, se distrair, e te diga que o mundo é bom e que você devia melhorar logo; mas sem ter alguém que seja seu colo, seu cafuné, seu cheiro favorito e sua cama limpa.

Às vezes a gente cansa e só quer alguém no qual possa descansar. Quem é o seu descanso? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diz o que achou :)